UFRJ

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) recebeu 2.123 propostas de atividades para serem apresentadas durante o Festival do Conhecimento que começa amanhã (14) e vai até o dia 24 deste mês, para comemorar os 100 anos da instituição, completados este ano e, também, debater a pandemia do novo coronavírus que o Brasil e o mundo estão enfrentando no momento.

Desse total, 581 projetos são lives (eventos pela internet ao vivo) e 1.542 são atividades gravadas. As inscrições para propostas já foram encerradas, mas para os ouvintes, elas se estenderão até a próxima hoje, na página do festival na internet. Englobando projetos e ouvintes, o número de inscrições recebidas até o momento supera 7.400.

A pró-reitora de Extensão da UFRJ, Ivana Bentes, disse à Agência Brasil que o número de inscrições de atividades, propostas pelos alunos, professores, técnicos administrativos e terceirizados da universidade, inclusive, “foi surpreendente”. Estimou que o total de ouvintes “ainda deve crescer muito”.

Eventos temáticos, entrevistas, rodas de conversa, papo virtual, debates sobre ciência, cultura, enfrentamento à covid-19 compõem os projetos apresentados, informou Ivana. “Todos os temas da produção do conhecimento da UFRJ e muita coisa no campo da saúde. É o maior número de propostas, junto com ciências humanas”.

Sem contato
Ivana Bentes explicou que como as aulas presenciais estão suspensas devido à pandemia, “a gente ficou um pouco nessa angústia, com muitas ações de enfrentamento à covid [covid-19] sendo feitas nos hospitais universitários e no campo das pesquisas científicas que estão servindo de base para muitas questões. Mas a gente tinha os calouros que entraram e não tiveram contato com a universidade. Nós temos 67 mil estudantes sem contato com os professores”.

Daí a ideia de fazer o festival para promover um encontro da comunidade acadêmica, aberto, para mostrar o que a universidade está fazendo. “São ações de enfrentamento da covid [covid-19], mas são também ações de extensão no campo cultural, ações de cuidado, de apoio, de campanha, de redes de solidariedade e de produção científica, que também é o nosso forte”. Na avaliação da pró-reitora de Extensão, o festival significa um momento de celebração dos 100 anos e um encontro virtual entre a comunidade da UFRJ que alcança 80 mil pessoas entre alunos, professores e técnicos administrativos.

Para Ivana, o festival está mobilizando toda a comunidade acadêmica. São pessoas de todas as gerações que durante o festival terão a oportunidade de se apropriarem das tecnologias e experimentarem esse ambiente virtual, até se preparando para o retorno da UFRJ às aulas remotas, previstas para serem iniciadas no dia 13 próximo para cursos de graduação da Faculdade de Medicina. As atividades presenciais plenas só deverão ser retomadas quando as condições sanitárias permitirem. “A UFRJ não vai colocar ninguém em risco para sair do isolamento se a gente não tiver algo muito concreto, como uma vacina”, afirmou Ivana Bentes.

A programação do festival será iniciada às 9h, encerrando sempre às 19h30, com um show musical. O espetáculo do primeiro dia ficará por conta da cantora Elza Soares, que comemora este ano 90 anos de vida. O Festival do Conhecimento é gratuito e aberto para o público.

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2020-07/festival-com-mais-de-2-mil-atividades-celebra-os-100-anos-da-ufrj